sexta-feira, 15 de julho de 2011

CAMINHOS ANTIGOS 2

Por falar em caminhos antigos,vale lembrar que a Rua Antonio Carlos é o primeiro deles. Como se sabe, a origem do Povoado do Rio do Peixe, que depois chamar-se-ia Lima Duarte, teve inicio na construção de uma capela dedicada a Nossa Senhra das Dores, erguida no início do século XIX, em terreno que fazia parte da Fazenda do Engenho, pertencente a Dona Inácia da Assunção Delgado, viúva de José Delgado Motta,  Cabo de Esquadra da Vila de Conceição de Ibitipoca. A Fazenda do Engenho ficava situada perto do Rio do Peixe,além da localidade hoje denominada Ponte Nova, hoje habitada pelo senhor Sílvio Delgado. Dela hoje restam apenas ruínas dos alicerces. Alí nasceu o tronco da família Delgado em Lima Duarte, dentre eles Francisco Delgado Mota, que junto com João de Deus Duque são considerados os principais fundadores da Municipalidade. O caminho da Fazenda à ermida de Nossa Senhora das Dores é a atual Rua Antonio Carlos, dantes chamada Rua XV de Novembro, mais conhecida por ser nela que fica o Calçadão de Lima Duarte. Dali a trilha se ramificava em direção ao que hoje chamamos de Barreira e para o lado da Fazenda dos Duque, onde morava o Comendador João de Deus Duque, ainda hoje existente e situada atrás da Delegacia de Polícia Civil de Lima Duarte. Daí a trilha subia em demanda da Serra do Rio do Peixe(ou de Lima Duarte) atingindo São Sebastião do Monte Verde, Santa Bárbara do Monte Verde, Rio Preto, Valença...

Nenhum comentário:

Postar um comentário