quinta-feira, 28 de julho de 2011

O Barulho e a EFCB

O Barulho, antes uma localidade a poucos quilômetros do centro de Lima Duarte,(hoje promovido a bairro) foi, por muitos anos, a entrada da cidade para os que vinham no sentido do leste(Juiz de Fora, Manejo, Orvalho e adjacências. Entrou na história por ter tido um morador ilustre, Manoel Delgado da Silva, o Tineca França, uma espécie de Professor Pardal de Lima Duarte. Tineca instalou ali, em seu sítio do Barulho o pimeiro gerador elétrico de que se tem notícia, e cobrava ingressos para os que vinham de longe ver acesas as famosas lâmpadas elètricas. Por insistência do Vigário de Lima Durte na época, Padre João Batista da Silva e de Alfredo Catão, estendeu a linha até a Matriz, deixando um bico de luz bem no Largo, onde se fizeram dicursos inflamados pela importância da ocasião. Pelo Barulho passava também o ramal da EFCB, que deixou ali alguns sinais, como a Ponte sobre o Córrego Bom Retiro, em cujo pegão da margem direita vê-se restos da inscrição em ato relevo E.F.C.B., que pretendo restaurar. A dita ponte foi aproveitada pela Prefeitura, que fundiu vigas em concreto e cobriu tudo com uma laje, colocando além disso horríveis guarda corpos, que nada tem a ver com  arquitetura dos pegões. Fiquei impressionado com o acabamento dos pegões, principalmente pela precisão das quinas, verdadeirs obras de arte em pedra almofadada. Servem hoje de acesso ao Bairro Batatal. Para efeito de comparação, veja a ponte que dá acesso da estrada do Barulho ao Recanto Alegre, obra da Prefeitura, feia e torta. Adiante, na Cachoeira do Barulho, onde há um dique para moinho de água, vê-se também um muro de contenção, também construído pela Central para sustentar a saia do aterro, bela obra em pedra que o descaso vai ruindo, levado pelos entulhos que insistem em jogar ali. A cachoeira é muito bonita, mas paga o pato por estar num córrego que recolhe de graça para a Prefeitura, todo o esgoto do Centro da cidade...
Será que um dia voltará a ser limpo? Quem viver verá...
Mesmo poluído, o local é belo e poderia ser urbanizado,com arborização e trilhas de acesso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário